Evipes - O Checkout dos Campeões

Gatilhos mentais: o que é e como usar?

Gatilhos mentais são estímulos que podemos receber no cérebro humano, elas possuem influência direta na tomada de decisões. Esses estímulos podem ser utilizados como ferramentas poderosas para persuasão, obtendo mais resultados na empresa.

E se você trabalha com marketing digital e vendas, deverá conhecer sobre os gatilhos e como eles funcionam. Assim poderá usá-los nos momentos-chave da negociação com clientes. Se você tem interesse em conhecer essa técnica de estímulos para persuadir seus leads, e garantir que eles fiquem mais satisfeitos com o produto. Continue lendo o conteúdo que separamos para te ajudar nesse caminho, confira:

Gatilhos mentais:

Podemos dizer que quase todas as decisões que tomamos não são lógicas, quem possui maior responsabilidade nelas é o nosso inconsciente. E os gatilhos mentais são as decisões tomadas no nosso inconsciente, atingindo todas as ações que fazemos.

As pessoas fazem escolhas a todo momento, mesmo que algumas vezes isso passe despercebido. Incluindo os momentos que você realiza uma compra, vendas e no próprio marketing digital.

Os gatilhos mentais são capazes de provocar ações através de estímulos diretamente no cérebro de todas as pessoas, fazendo que elas concluam algum projeto, façam a contratação de algum serviço, participem de alguma tarefa, ou comprem algumas coisas.

Por esse motivo, os gatilhos devem ser usados de forma responsável e de forma estratégica nos objetivos.

Como eles funcionam?

Esses gatilhos são utilizados para persuadir e conseguir fornecer a melhor experiência dos clientes. Existem centenas de gatilhos mentais que podemos utilizar no nosso negócio, vamos conhecer quais são as melhores:

1 – Novidades:

A sede e curiosidade por coisas novas é um gatilho mental que também funciona muito bem, pois a mente da maioria das pessoas gostam de explorar novidades das empresas. Podemos dar como exemplo a Samsung, Apple, Microsoft e muitas outras empresas que conseguem atrair pessoas com sede de novidades durante todos os anos.

2 – Urgência:

O gatilho mental de urgência ou escassez, funciona diretamente no medo em perder uma oportunidade de grande valor. Dessa forma a decisão a ser tomada será adquirir o produto e concordar com a negociação, adquirindo o objeto que estamos precisando.

No marketing digital, podemos utilizar esses gatilhos em promoções que possuem um tempo limitado ou estoque com quantidade limitada. Deixe bem claro para os clientes que o tempo é curto e devem adquirir os produtos urgentemente.

3 – Autoridade:

Conseguir utilizar esse gatilho pode ser desafiador, mas poderá trazer grandes resultados. Ele posiciona que você ou sua empresa, tenha autoridade no assunto que está falando. Isso ajuda a conquistar a confiança dos novos consumidores.

Isso é muito útil para quem trabalha como produtor de conteúdo, onde ele deve produzi-los com autoridade e propriedade. Conseguir ter um relacionamento maior com os clientes, passando mais segurança na empresa.

4 – Reciprocidade:

Além de fechar um negócio, é importante conseguir entregar e gerar valor. Sendo um objetivo principal do gatilho de reciprocidade. A empresa pode oferecer um benefício ao cliente, por exemplo, um bônus, consultoria, material gratuito e outros que atuam a favor da retribuição.

Esse gatilho pode ser utilizado na etapa estratégica do Inbound marketing, onde alimentamos um lead com conteúdo que sejam relevantes e gratuitos. Essa estratégia deve ser realizada a longo prazo, com muita dedicação e paciência.

5 – Prova social:

Quem nunca consumiu algum produto depois de ter recebido alguma recomendação, não é mesmo? A prova social também é um gatilho mental, que desperta o desejo em comprar alguma coisa. Levando em consideração a experiência de outra pessoa, para que nós mesmos possamos utilizá-la na prática.

A prova social pode ser o feedback que seus clientes dão, na internet você pode postar prints mostrando que o produto ou serviço é recomendado. Isso causa o desejo em experimentar, e gera confiança também.

6 – Porque:

Esse gatilho mostra para o cliente o porquê de ele ter que tomar determinada decisão, fechar aquele negócio e assim por diante. Aqui apresentamos os motivos reais que ele deve adquirir a oferta, onde o atraímos pelo fator emocional. Lembre-se de ser honesto nessa ação, não manche a sua empresa e marca.

O uso de gatilhos é fundamental:

O uso de gatilhos mentais é muito importante para as vendas da sua empresa, trazendo grandes resultados e conversões. Você poderá trabalhar com cada uma delas, colocando elas de acordo com sua estratégia, objetivo, metas, e assim por diante.

Utilize e altere quanto gatilhos forem necessários, para alcançar os resultados que precisa. Sente com sua equipe de marketing e a de vendas, planejem uma estratégia para utilizar cada um deles e apresente o momento ideal para aplicá-las.

Você pode se basear no funil de vendas, ou seja, em determinada etapa que o cliente esteja você pode utilizar o gatilho para fechar a venda. Digamos que está no momento de decisão, se vai realmente comprar o seu produto ou não. Você poderá utilizar o gatilho de urgência. Mas claro que você deve ser honesto e não mentiroso, para não correr o risco de sujar a sua imagem.

Conclusão:

Você aprendeu sobre o uso de gatilhos mentais, a importância e quais tipos existem. Agora inicie um planejamento para usar cada um deles estrategicamente durante a conversa com o consumidor, anúncios ou conteúdo que você está postando. Lembre-se de manter a honestidade com o consumidor, os gatilhos mentais são técnicos de persuasão e não de manipulação. Não tenha atitudes mentirosas e falsas para conseguir vender!

Além de não conseguir entregar o que o realmente precisava comprar, a empresa corre o risco de ter que realizar o reembolso e até mesmo ser denunciada. Portanto, não estrague sua empresa e nem suje a marca. Entenda o que ele precisa, e se for o que você oferece, conclua os processos de vendas.

Caso se sinta perdido em quais momentos utilizar os gatilhos, tenha como base o funil de vendas. Ele serve como um guia que mostra o caminho que o cliente está percorrendo, dessa forma podemos ver nas etapas quando determinado gatilho deve ser usado para ter avanços maiores.