Evipes - O Checkout dos Campeões

5 termos importantes do Marketing Digital que você precisa saber

5 termos importantes do Marketing Digital que você precisa saber

5 termos importantes do Marketing Digital que você precisa saber

Então você decidiu investir seu tempo e seu dinheiro no marketing digital e agora está se deparando com termos específicos desse mercado, mas ainda não entendeu exatamente o que eles significam?

Assim como toda profissão tem seus jargões técnicos, os profissionais do marketing digital também têm sua própria linguagem profissional. E é importante que você domine essa linguagem, seja você um afiliado, um produtor, um consultor ou um marqueteiro que presta serviços para terceiros.

Sem o conhecimento dos termos mais importantes do marketing digital o seu aprendizado vai ser mais lento, pois não entenderá muito bem o que está sendo exposto nos conteúdos que estão disponíveis na internet.

Além disso, sem entender o que esses termos representam, você também não terá condições de analisar o desempenho das suas campanhas de marketing por não saber como avaliar as métricas adequadas.

Fora que, se você entrar em conversas e debates com outros profissionais do marketing digital sem saber o que significa esses termos, vai passar vergonha.

É importante que você domine esse conhecimento, pois além de te dar mais confiança para desenvolver o seu trabalho, você também vai ser percebido como um especialista no assunto, o que pode atrair o interesse das pessoas no seu trabalho.

Portanto, para dar uma luz sobre esse assunto, a Evipes traz esse conteúdo para explicar os 5 principais termos de marketing digital que você precisa conhecer. Acompanhe o conteúdo até o final e entenda melhor.

Taxa de conversão: o que mede a conquista de um objetivo

Talvez esse seja o termo mais importante que você precisa entender no começo, por isso vamos começar por ele.

A taxa de conversão é uma métrica de desempenho que indica se a estratégia que você está utilizando para alcançar um determinado objetivo está funcionando ou não. Ela é a razão entre o número de pessoas que foram impactadas por uma comunicação e o número de pessoas que realizaram a ação que você definiu como objetivo.

Mas, para determinar essa taxa, antes de mais nada, é preciso ter muito claro qual é esse objetivo.

Vamos a um exemplo fora do digital: imagine um vendedor de água quando fecha o semáforo… o objetivo dele é vender água. O semáforo fecha, os carros param e o vendedor vai abordando um por um para ofertar a água. O objetivo é vender.

Digamos que o vendedor consiga abordar 10 carros cada vez que o semáforo fecha, e que ele consiga vender 2 garrafas de água. Nesse caso, a taxa de conversão em vendas é de 20%, pois divide-se o número de abordagens (10) pela quantidade de vendas que realizou (2).

A taxa de conversão pode ser utilizada para medir qualquer objetivo: cadastros em uma página, abertura de e-mail, participantes de uma palestra, aprovações em concursos, etc.

Landing Page: a recepção do seu negócio na internet

O termo Landing Page significa “página de pouso”. Trata-se de uma página que funciona como recepção do seu negócio para uma pessoa anônima. Ela clica em um link (que pode estar nas suas redes sociais, nos seus anúncios, nos seus e-mails, etc) e cai nessa página.

A Landing Page costuma ser utilizada para dar início a um funil de vendas, coletando o cadastro dessas pessoas anônimas (com nome, e-mail ou telefone). Assim ela entra para uma lista que receberá e-mails periódicos, ou para um grupo de Whatsapp ou ainda para uma base de cadastro para ser abordada, mais tarde, por uma equipe de vendas.

Vale ressaltar que a métrica da taxa de conversão se aplica à landing page. É preciso analisar quantas pessoas visitaram essa página e quantos cadastros foram obtidos, para então avaliar a eficiência dela.

Lead: pessoas com interesse no que você oferece

O marketing é digital, mas os envolvidos são pessoas reais. São elas que fazem um negócio girar.

Os leads são as pessoas que demonstraram interesse no seu produto ou serviço, seja através do cadastro em um formulário (deixando o nome, e-mail ou telefone), seja entrando em contato por uma mensagem direta a você pedindo mais informações sobre o que você oferece.

Um lead ainda não é um cliente. É um possível cliente. É um estágio intermediário entre um anônimo qualquer e um comprador.

Para que ele se torne, de fato, em um comprador é necessário desenvolver um relacionamento com ele. E esse relacionamento é feito com conteúdo de valor, que é entregue ao lead através de um funil de vendas.

Funil de vendas: como educar as pessoas a comprarem de você

O funil de vendas é uma sequência de conteúdo que você direciona para uma  audiência, em diferentes etapas. Ele pode ser utilizado em blogs, e-mails, mensageiros e até redes sociais.

As etapas do funil de vendas levam em consideração os diferentes estágios de consciência de uma pessoa a respeito do problema que sua solução resolve e sobre como ela funciona, para então despertar o desejo de compra.

Um funil de vendas básico engloba 3 etapas de conteúdo:

  • Topo de Funil: são conteúdos mais informativos e introdutórios sobre o tema daquilo que você oferta, e é destinado a pessoas que ainda não conhecem sua marca ou seus produtos. Sua função é chamar a atenção e despertar um interesse maior a respeito do assunto. É nessa fase que um visitante da sua página se transforma em um lead.
  • Meio de funil: nessa etapa, o conteúdo tem por objetivo firmar um relacionamento entre você e sua audiência, se aprofundando um pouco mais sobre as possíveis soluções para um problema específico. É aqui que começa a desenvolver mais desejo em resolver tal problema, e considera as soluções disponíveis no mercado.
  • Fundo de funil: essa é a última etapa, e aqui o lead já está muito mais próximo de decidir uma compra e se tornar de fato um cliente. O conteúdo para fundo de funil precisa mostrar ao lead que a solução que você oferece é a mais adequada para a vida dele, e deve estimulá-lo a tomar uma ação (que é a própria compra).

CTA: o que faz as pessoas agirem

É a sigla para “Call to Action”, que significa “chamada para ação”. A ideia é que você sempre deve expressar de forma clara para o seu lead qual ação ele deve tomar na página em que ele está.

Por exemplo, se você quer que as pessoas que visitam a sua landing page realizem o cadastro, você deve comunicar algo como: “Garanta a sua vaga agora e preencha os campos abaixo para fazer seu cadastro”.

Outro exemplo é esse texto que você está lendo agora. Quando chegar no final da leitura, você notará que há um estímulo comunicativo para que você execute uma ação.

Essa técnica é importante porque, quando você reforça qual é a ação que deve ser feita, a sua audiência fica mais consciente do que deve ser feito ali.

Continue se especializando em marketing digital e aproveite as oportunidades do mercado

O marketing digital só tem apresentado crescimento há pelo menos uma década, mesmo em anos de crise.

Há ainda muito o que se desenvolver no mercado digital brasileiro, pois apesar do que muitos pensam, existe um oceano de oportunidades que ainda não estão sendo aproveitadas por uma questão de maturação do próprio mercado.

A Evipes é uma plataforma que nasceu justamente pela necessidade de atender as necessidades do crescimento do mercado digital brasileiro, trazendo inovações para os brasileiros no mundo das vendas online.

A plataforma oferece conteúdo para que produtores e afiliados possam se capacitar e ter maiores chances de sucesso.

Clique no link abaixo e faça seu cadastro gratuito na plataforma e comece a aproveitar as ferramentas exclusivas da Evipes para vendas online dos seus produtos e serviços.